segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

"Vestígios de você"


São vestígios de nós dois no meu subconsciente burro em tudo o que eu gostaria de ter vivido, eu tenho saudades de momentos que eu só vivi nos pensamentos.

Você é forte, seu sorriso permanece e incrivelmente eu sinto seu cheiro perdido no espaço, aperto minhas mãos por saber que deixei você escapar entre elas, o tempo não vai voltar, nossos erros não serão apagados e mesmo que esse amor não passe eu vou me esforçar para tirar o muito de você que ainda existe no pouco de coração que me restou.

Eu tenho que confessar que tenho medo, medo de esse amor não passar e de eu ter que sempre fingir que passou, que sou alguém normal, que meu coração te esqueceu, tenho medo sim, medo de sobrar vestígios de você, sempre há um pouco de você onde quer que eu esteja, eu tento de afastar, mas você está lá.

É um sentimento invasivo, uma droga, uma canção que não quer acabar, são textos e mais textos, palavras e mais palavras, lágrimas e dor sem precedentes, é um mundo inteiro sendo carregado nas minhas costas, um conto de fadas vivido por mim, são só vestígios de um grande amor.


(Marcos Ferna)


VEJA TAMBÉM: