segunda-feira, 10 de outubro de 2011

"Universo"



Sentado nesse banco de praça tá tão difícil de segurar a saudade escapando pelos olhos, as pessoas passam e nada de uma baixinha de voz tão encantadora aparecer.

Aqui, nessa praça que ironicamente chama se “Universo”, justo aqui onde o tempo parecia parar, onde uma hora era uma eternidade, justo aqui que o mundo parecia só eu e você, droga, justo aqui.

Sabe... Meus dias até que tem sido felizes, acho que às vezes consigo até sorrir sem que pareça forçado, mas é inegável que quando estou sozinho só com os meus pensamentos você é a protagonista e isso é o fim, é horrível, porque não está aqui.

Poderia ser um banco de praça, um estacionamento ou qualquer lugar besta, eu só queria estar com você, sem me preocupar com o que eu estava perdendo, eu só queria estar ali com você, justo como agora, eu só queria estar com você sem pensar no ontem e no amanhã, eu só queria você no “agora”.

Eu vou sempre te esperar, aqui ou outro qualquer lugar, hoje e até a minha vida acabar, porque é só com você que eu quero estar, é só com você que eu quero ficar, em todo “universo” é só o seu abraço que pode me esquentar, são só seus beijos que vão me acalmar, só você que pode me ressuscitar.



(Marcos Ferna)



VEJA TAMBÉM: