domingo, 5 de junho de 2011

"Me afundo nos seus detalhes"




Já se passaram das quatro da manhã e é mais uma madruga em que eu passo acordado com essa tristeza escapando pelos olhos.
Trancado nesse quarto a tristeza bate a porta e eu não me lembro a ultima vez em que eu vi o sol, sorrisos, pessoas, nada além de você, nada tem cor e nem sentindo sem você por perto.
Ao fundo as musicas da Ana Carolina me afundam mais nos seus detalhes, eu me afundo a cada pensamento, a cada lágrima, a cada batida do coração, meu corpo não aguenta mais essa tortura, essa tortura de ver que você não vai voltar. Eu ainda me lembro de uma noite de Abril onde a própria Ana Carolina foi coadjuvante do nosso amor e é desesperador ver que todo o amor que em você eu depositei não foi o suficiente.
Estou em pânico, estou com medo, não quero encarar outros rostos com esses olhos meus inchados e vermelhos, com essa minha sanidade doentia, não quero ter que acordar e lembrar que você não é mais minha garota, não quero ter que dormir com lágrimas nos olhos pedindo a Deus para que essa dor passe e que eu possa te ver como alguém qualquer.
Na verdade não sei mais o que escrevo, passei dos limites, essa loucura não é normal, essas lágrimas, essa tristeza no olhar, essa saudade no coração, essa vontade de você que não passa, não é normal.

(Marcos Ferna)