quarta-feira, 6 de abril de 2011

"Quando o vento trás as lembranças de volta"



A vida tem sido um pouco cruel comigo nos últimos tempos, sempre que o vento trás as lembranças de volta percebo o quanto sua falta me deixa fraco, me faz não ter esperança e nem força para me levantar.
A vida pregou uma peça ao colocar você dentro do meu coração, ao deixar em mim todo o sofrimento que você pode causar e eu sinto um arrependimento, não, não pela sua partida, mas sim por eu me apaixonar por você, por deixar você entrar na minha vida.
Sabe, eu queria tanto desabafar, ter alguém para me escutar, mas acho que estou em um estagio onde ninguém pode me entender. Já meus olhos estão inchados, a voz está rouca de tanto gritar, de tanto xingar, de tanto soluçar, de tanto sofrer.
Agora me resta reconstruir meu coração cuidadosamente dia a dia como se fosse um castelo de areia, mas o vento insiste em trazer cada lembrança sua como se fosse uma enorme onda submergindo e destruindo vagarosamente cada pedacinho do meu pobre coração que eu ousei colar de volta.

(Marcos Ferna)



VEJA TAMBÉM:
O amor que não deu certo
Você insiste em ficar nos pensamentos
Romântico fracassado