quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

"Deixar pessoas pelo caminho"



É incrível como perdemos pessoas pelo caminho, estou me acostumando com isso tudo ainda, sabe aquela garota que me fez acreditar que o “pra sempre” existia, pois é, não existe. Me fez acreditar que tudo era pra sempre, sem saber, que o pra sempre, sempre acaba.
E agora sobra aqui um garoto com coração partido, não sabendo o que fazer, achando que foi tudo uma ilusão, andando de cabeça baixa e chutando pedras pela rua para disfarçar a dor que sente.
Cai a chuva e a lagrima é um mero detalhe, é meio confuso, um dia esta aqui e é tudo para mim e no outro dia nem sabe que existo.
Não sei se vou me acostumar com essa historia de perder pessoas pelo caminho, de elas se tornarem especiais e simplesmente sumirem da minha vida.

(Marcos Ferna)